EUA vão diminuir as restrições de viagem para visitantes estrangeiros totalmente vacinados

Carlos Braga

20 de setembro de 2021
Atualização:20 set 2021 Como 16:12

Os Estados Unidos planejam aliviar as restrições de viagem para todos os visitantes estrangeiros totalmente vacinados a partir de novembro, disse a Casa Branca na segunda-feira, relaxando uma colcha de retalhos de proibições que começaram a causar fúria na Europa e substituindo-as por requisitos mais uniformes para passageiros aéreos internacionais que chegam.

As novas regras exigirão que todos os estrangeiros que chegam aos Estados Unidos apresentem prova de estarem totalmente vacinados, disse o coordenador de resposta da Covid-19 da Casa Branca, Jeff Zients.

Ele disse que as novas regras entrarão em vigor no início de novembro, um cronograma que dará às agências e companhias aéreas “tempo para se preparar”.

O levantamento das restrições gerais sobre viagens de certos países aos Estados Unidos será uma boa notícia para milhares de estrangeiros com famílias nos Estados Unidos que foram mantidos separados por quase toda a pandemia.

O Financial Times foi o primeiro a relatar a notícia.

Além de exigir a vacinação, o governo disse que está tomando outras medidas para mitigar a disseminação do vírus em três outras áreas: teste, rastreamento de contato e mascaramento.

Cidadãos estrangeiros totalmente vacinados e cidadãos americanos retornando aos Estados Unidos vindos do exterior deverão fazer um teste Covid-19 antes da partida no prazo de três dias de seu voo e apresentar prova de resultado negativo antes do embarque.

Os americanos não vacinados que retornarem aos Estados Unidos estarão “sujeitos a requisitos de testes mais rígidos”, disse Zients, incluindo um teste dentro de um dia da partida e um teste adicional quando retornarem.

Passageiros totalmente vacinados não estarão sujeitos a nenhuma ordem de quarentena na chegada aos EUA.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos planejam emitir uma ordem de rastreamento de contato exigindo que as companhias aéreas coletem informações de viajantes com destino aos Estados Unidos, incluindo um número de telefone e endereço de e-mail, para alertar os viajantes sobre uma possível exposição.

As companhias aéreas serão obrigadas a manter as informações de rastreamento de contato por 30 dias.

“Isso permitirá que o CDC e as autoridades estaduais e locais de saúde pública acompanhem os viajantes que chegam e as pessoas ao seu redor, caso alguém tenha sido potencialmente exposto ao Covid-19 e outros patógenos”, disse Zients, acrescentando que este novo requisito será usado de forma mais ampla indo em frente para ajudar a proteger “contra quaisquer ameaças futuras à saúde pública.”

A nova orientação se aplica a todas as viagens internacionais. Zients disse que a Casa Branca submeteria ao CDC a definição de “totalmente vacinado”, inclusive sobre quais vacinas se qualificam.

A vacina AstraZeneca Covid-19 ainda não foi aprovada para uso de emergência nos Estados Unidos, mas é amplamente utilizada na Europa e no resto do mundo.

O desenvolvimento é um primeiro passo para reparar uma das várias brechas emergentes entre o governo Biden e autoridades na Europa.

Uma disputa surgiu entre os Estados Unidos e a França sobre um acordo para equipar a Austrália com submarinos nucleares, privando a França de um contrato para fornecer submarinos convencionais. Os líderes europeus também descobriram que faltam consultas com a equipe de Biden sobre o Afeganistão.

O evento também será saudado favoravelmente pela indústria de viagens, que vinha pressionando o governo federal para suspender algumas das regras que impedem o turismo internacional.

Companhias aéreas, hotéis e grupos de hospitalidade expressaram apoio para permitir que turistas vacinados do exterior voltem aos Estados Unidos.

Zients sustentou que o governo “não está tirando nenhuma medida da mesa” quando questionado sobre a possibilidade de mandatos de vacinas para americanos que viajam no país.

E ele disse que não houve atualizações nas regras existentes sobre travessias de fronteiras terrestres com o Canadá e o México.

Great News for Many

A proibição de viagens aos EUA foi imposta nos primeiros dias da pandemia, quando o então presidente Donald Trump limitou as viagens da China em janeiro de 2020.

Essa medida não impediu que o vírus chegasse aos Estados Unidos, mas outros países foram adicionados à lista como saúde autoridades pressionaram a Casa Branca para limitar a entrada de lugares onde as taxas de casos eram altas.

Trump acrescentou países na Zona Schengen – que abrange 26 estados da Europa, incluindo França, Alemanha e Itália – junto com a Irlanda e o Reino Unido.

Brasil, África do Sul e Índia foram adicionados separadamente. As fronteiras terrestres com o Canadá e o México também foram fechadas.

Biden manteve as proibições estritas de viagens não essenciais, mesmo com as taxas de vacinação na Europa subindo, citando a natureza imprevisível da pandemia e o surgimento da variante Delta.

Mas o sistema se mostrou irritante para os governos europeus, cujos cidadãos de países ainda não tinham acesso aos Estados Unidos, mesmo quando essas nações reduziram a contagem de seus casos em meio a campanhas de vacinação bem-sucedidas.

Os países com casos mais elevados que não constavam da lista não estavam sujeitos às regras.

Meses de Discussão

Ao longo dos últimos meses, as restrições às viagens de pessoas que desejam entrar nos Estados Unidos haviam se transformado em uma grande fenda transatlântica.

Os líderes europeus, frustrados com a aparente falta de progresso, começaram a tornar suas queixas públicas. Eles disseram que as regras estavam prejudicando as relações entre a Europa e os Estados Unidos.

A Europa abriu suas fronteiras para os americanos em junho, mas no mês passado reverteu o curso, removendo os Estados Unidos de uma lista segura de países cujos cidadãos estão isentos de quarentena ou requisitos de teste.

A raiva pela falta de reciprocidade dos Estados Unidos alimentou parcialmente a decisão, disseram autoridades europeias familiarizadas com o assunto.

Biden assumiu o cargo prometendo restaurar alianças desgastadas e passou grande parte de uma viagem à Europa em junho proclamando seu compromisso com os laços transatlânticos.

Ele anunciou durante a visita uma série de forças-tarefa com o objetivo de examinar a viagem de reabertura, mas meses se passaram com pouco a mostrar para o esforço.

Supervisionados pela equipe de resposta Covid-19 da Casa Branca e pelo Conselho de Segurança Nacional, os grupos incluem representantes do CDC junto com funcionários dos Departamentos de Estado, Saúde e Serviços Humanos, Segurança Interna e Transporte.

As autoridades americanas fizeram parceria com representantes da União Europeia, Reino Unido, Canadá e México e se reuniram várias vezes para discutir a situação de reabertura desde que o governo os anunciou no início da primeira viagem de Biden ao exterior, em junho.

Também houve várias conversas em grupos menores entre essas reuniões maiores para discutir questões específicas, como a situação epidemiológica, variantes, vigilância e esforços de vacinação e planos para alterar as restrições de viagem, disse um funcionário da Casa Branca à CNN.

Mas algumas pessoas familiarizadas com os grupos de trabalho questionaram sua eficácia, à medida que outros países começaram a se abrir para os americanos com pouca clareza sobre se os EUA retribuiriam.

Uma fonte familiarizada com as discussões descreveu a “paralisia entre as agências” nas próximas etapas.

Fonte: CNN

Esperamos novamente que essa postagem os tenha ajudado em suas pesquisas para sua viagem para Disney.

Como forma de nos ajudar a manter o blog pedimos apenas que nos ajudem compartilhando essa publicação e se inscrevendo em nossas redes sociais como facebook, instagram ou canal do youtube.

Além de nos ajudar, temos certeza que lá vocês encontrarão centenas de postagens úteis para a sua viagem!

Vai viajar? Garanta seu Seguro Viagem com desconto!

Com cobertura de médicos e hospitais para toda sua viagem, você pode viajar com tranquilidade, se preocupando apenas em aproveitar o máximo das merecidas férias com sua família!

Garanta um seguro com uma ótima coberta e um custo baixo para não afetar seu orçamento de viagem!

Dito isso, o seguro viagem que recomendamos para sua viagem é o oferecido pela World Nomads. Eles possuem uma excelente cobertura, preço excelente e uma suporte maravilhoso.

Faça sua Cotação de Seguro Viagem aqui!

Tudo que procuramos em um bom seguro viagem! Então faça sua cotação online de seu Seguro Viagem e garanta uma ótima cobertura pra você e sua família.

Garanta a Melhor Viagem pra Disney

Sabemos que a quantidade de informações que envolve uma viagem para Disney e Orlando é simplesmente enorme.

Isso faz com que o planejamento possa ser cansativo ou as vezes parecer impossível! Mas e se eu te falasse que você pode confiar em profissionais para montar um roteiro totalmente EXCLUSIVO e PERSONALIZADO pra você e seu grupo?

Diferente dos roteiros genéricos encontrados por ai, esse roteiro levará em conta todos os fatores de seu grupo como idades, gostos e todo o perfil que possa alterar sua viagem.

Dessa forma você não deixa de fazer absolutamente nada que seria incrível pra vocês e garante que seu tempo seja o mais otimizado e sua viagem a mais perfeita possível!

Roteiro PErsonalizado Orlando

Parece bom demais? E é mesmo, não deixe de entrar em contato conosco e peça seu orçamento para um Roteiro Personalizado e faça a melhor viagem da sua vida!

Garanta internet para toda sua viagem

Apesar de diversos lugares em orlando possuírem Wi-Fi Grátis, nem sempre a conexão é boa e principalmente, em diversas situações onde você estará se deslocando de um local para outro recomendamos que você tenha internet para utilizar gps em seu celular por exemplo.

Recomendamos que você viaje com um chip de celular internacional para possuir a melhor conexão e internet durante toda sua viagem e claro, com nossa indicação você ainda ganha desconto nessa super necessidade para sua viagem!

Basta utilizar o cupom de desconto: partiudisneyparks em sua compra de chip de viagem internacional aqui e receba o chip em sua casa antes de sua viagem!

Garanta seus Ingressos Antes de sua Viagem

Muitas pessoas deixam para comprar seus ingressos chegando em Orlando ou até mesmo no dia do parque.

Não recomendamos de forma alguma que você faça isso por diversos motivos, como:

Se você comprar os ingressos na hora, não poderá agendar seus fastPass+ da Disney com antecedência.

Não conseguirá agendar seus dias de parque como está sendo exigido no momento de pandemia.

Perderá valiosos minutos de parque na fila para comprar seus ingressos.

E PRINCIPALMENTE, pagará mais caro pois os ingressos na bilheteria são mais caros do que comprando antecipadamente!

Então não deixe de garantir seus ingressos! Utilize o cupom de desconto PDP na compra de seus ingressos no site da Tio Orlando Viagens.

Ou se preferir, peça uma cotação com um consultor de vendas diretamente no seu whatsapp, basta clicar aqui!

Mais Dicas para sua Viagem à Orlando

Como já falamos mais acima, não deixe de conferir nosso canal do youtube onde damos diversas dicas de viagem para Orlando.

Além disso mostramos muitas coisas legais para se fazer por lá, quer uma forma mais gostosa de planejar uma viagem do que já vivendo um pouquinho do que você verá por lá?

Clique na Imagem abaixo pra conferir todas nossas dicas no Youtube

Art of Animation - Pequena Sereia Carlos e Nath - Partiu Disney Parks
Art of Animation – Pequena Sereia Carlos e Nath – Partiu Disney Parks

Ajude a manter nosso site no Ar!

Nos comprometemos a trazer o melhor conteúdo de viagens para Orlando para vocês e apesar de isso ser um prazer para nós, ele tem seu custo.

Servidores, desenvolvedores, plugins entre outros custos adicionais. Nossas despesas tem aumentado nos últimos meses em função do grande número de acessos que temos recebido, com isso precisamos aumentar também nossa infraestrutura.

Estamos muito felizes em poder compartilhar mais informações com o máximo de viajantes possível e com isso pedimos a ajuda de vocês para manter o site no ar com esse conteúdo incrível de viagens para Disney e Orlando!

Qualquer ajuda é bem vinda! Basta clicar no link abaixo!

Se gostou de nossas postagens, nos ajude a manter nosso site no ar! Qualquer ajuda é muito bem vinda!

Carlos Braga

Ex-team member da Universal Orlando e apaixonado por Disney! Especialista em viagens para Orlando com centenas de idas aos parques antes de se profissionalizar como consultor de viagens para Orlando. Tive o prazer e o reconhecimento de ser um dos 10 convidados pela Disney para seu programa de "Influenciadores de Magia". Além disso, realizamos atualizações mensalmente em treinamentos sobre os parques e a cidade de Orlando! A paixão por Disney e Orlando começou desde muito pequeno em 1995 quando fiz minha primeira viagem à Orlando. Logo após me juntar com a Nath que também é DisneyManíaca, decidimos juntos criar o blog e as redes sociais para compartilhar com o mundo nosso amor e experiência. O Partiu Disney Parks fez 4 anos de existência em 2021 e se torna cada vez mais uma das grandes referências em informações sobre os Parques Disney e Orlando!