Conheça o Dolphin Cove no SeaWorld Orlando

Quando pensamos em SeaWorld, logo os animais marinhos vêm à nossa mente, não é mesmo? O Dolphin Cove, atração do parque, reúne alguns dos bichinhos mais fofos de todo o mundo: os golfinhos.

Quem não se encanta com essa dose alta de fofura?

É impossível não se impressionar o quão inteligentes eles são capazes de ser e, claro, como conseguem ser carinhosos.

A atração não é exclusiva do parque de Orlando.

Os outros SeaWorld’s espalhados pelos Estados Unidos (San Antonio, San Diego – chamada de Dolphin Point – e Ohio) também recebem a atração, que promete encantar a todos.

O de Ohio, no entanto, trinta anos após a abertura, nos anos 70, foi removido do local, assim como o de San Antonio, que fechou em 2015.

Ou seja, se sua vontade é ficar bem pertinho dos golfinhos, os outros dois pontos, especialmente o de Orlando, podem te satisfazer.

A interação entre humanos e animais no Dolphin Cove. Foto: Divulgação/SeaWorld
A interação entre humanos e animais no Dolphin Cove. Foto: Divulgação/SeaWorld

O primeiro estado a receber o Dolphin Cove foi a Califórnia, mais precisamente na cidade de San Diego, em 1964.

Para conseguir recriar o ambiente marinho, foram necessários, aproximadamente, 700 mil galões americanos de água, o que equivale a 2 milhões e 650 mil litros. Incrível, não?

Na cidade da Flórida, no entanto, a atração está em pleno funcionamento desde 1973 e, sem dúvidas, é “a cara” do SeaWorld, já que permite com que o público consiga, de certa forma, interagir com as criaturas aquáticas, bem como ver como elas são capazes de fazer peripécias.

É aquele ânimo recebido em um fim dia, uma experiência bem interessante para quem ama os animais.

Como funciona o Dolphin Cove?

Na tradução para o português, Dolphin Cove é sinônimo de uma enseada de golfinhos. O

u seja, um lugar destinado somente para esse tipo de seres que vivem, normalmente, no mar.

Entretanto, a atração do SeaWorld se torna a casa deles, que, a partir daí, podem interagir com os humanos.

No Dolphin Cove, os humanos dão alimento para os golfinhos. Foto: Divulgação/SeaWorld
No Dolphin Cove, os humanos dão alimento para os golfinhos. Foto: Divulgação/SeaWorld

De acordo o próprio site do parque, o Dolphin Cove é “uma das maiores piscinas interativas de golfinhos do mundo, onde você pode ver golfinhos brincar e pular sobre a água, ou vê-los nadar graciosamente na área de visualização subaquática. Não se esqueça de visitar nossas mães e filhotes de golfinhos no Berçário dos Golfinhos.”

É, realmente, uma diversão para a família toda.

As crianças se divertem bastante, visto que os animais exóticos são as estrelas do momento.

E quem nunca quis poder ver bem de perto o que eles têm mais de especial, né?

É uma aventura emocionante, por tudo que ela representa.

Mas, não pense que são só os pequenos que aproveitam a atração, não, porque os adultos também apreciam a beleza da natureza.

Valores, horários e interação no Dolphin Cove

Se você está se perguntando sobre a questão das filas, fique despreocupado, porque, nesse caso, não existe.

Isso mesmo, sem filas imensas para conhecer a área.

Contudo, vale lembrar, que o número de pessoas para entrar no Dolphin Cove é limitado por horário.

Isto é, eles estabelecem “vagas”, que devem ser preenchidas em uma hora determinada. Por isso, fique de olho nas informações do parque.

Antes de mais nada, para dar comida para os amigos, você necessita gastar um pouco de dinheiro.

Sim, custa 7 dólares por pessoa para ir no Dolphin Cove.

Mais por conta da caixa de comida que você recebe na entrada do que para vê-los.

Os instrutores, dessa forma, ensinam como os animais devem ser alimentados, sem que você perca tudo de uma vez (é bem possível derrubar ou até os golfinhos virem com força e pegarem tudo hahaha).

Assim, com tudo certinho, é chegada a hora de alimentá-los.

Os golfinhos, diferentemente das arraias, por exemplo, precisam de uma rotina de alimentação.

Por conta disso, o SeaWorld determina horários variados ao longo do dia para isso, que são eles: 9h30, 11h30, 13h30, 15h15 e 16h30 (9:30 am, 11:30 am, 1:30 pm, 3:15 pm e 4:30 pm).

O passeio, no geral, dura em torno de 10 minutos, nos quais você passa alimentando os bichinhos, assim como dando carinho, por exemplo.

O local é algo como um lago, em que eles ficam para lá e para cá.

Com a comida em mãos, você é livre para oferecer o alimento. Eles, então, vão até você para se alimentar.

Em nosso canal no Youtube, inclusive, há um vídeo curto mostrando como é o encontro com os golfinhos. Você pode vê-lo aqui:

Outros passeios à parte

Para uma experiência mais aprofundada, você pode optar por selecionar o Dolphin Encounter e/ou Dolphins Up-Close Tour, no qual você poderá descobrir como os especialistas cuidam dos golfinhos.

Porém, como são atrações por fora, há a necessidade de comprar “tickets”.

No primeiro, o treinamento dura 15 minutos e custa a partir de 25 dólares. Já no segundo, acontece em 30 minutos e custa a partir de 50 dólares por dia (sim, é um pouco salgado).

Passeio Dolphin Up-Close no SeaWorld Orlando
Algumas diversões são à parte. Foto: Divulgação/SeaWorld

Por outro lado, se você quer curtir ver de perto os animais sem gastar nada, ainda é possível conhecer o Dolphin Nursery, onde as mães e os filhotes de golfinhos ficam.

Entretanto, nesse caso, não tem a interação.

É só mesmo algo relacionado à uma apresentação do “berçário de golfinhos”.

“Nada atrai uma multidão como um recém-nascido – especialmente quando o bebê é um golfinho-nariz-de-garrafa. O Dolphin Nursery é um ótimo lugar para apresentar às crianças a beleza da vida no mundo animal desde os primeiros capítulos. Observe os filhotes de golfinhos praticarem pulos, brincadeiras e comunicação com suas mães e outros recém-nascidos por meio de cliques e vocalizações.”, ressalta a descrição do SeaWorld.

Mais informações sobre valores e vagas, entre no site do parque.

Localização no parque

No SeaWorld, o Dolphin Cove fica próximo da entrada. Assim que ingressar no parque, é só virar à esquerda. Passando o Sting Ray Lagoon & Feeding, é ao lado.

Exatamente em frente ao Dolphin Theater, onde acontecem os shows com as baleias. Veja abaixo os mapas:

Mapa do SeaWorld. Foto: Divulgação
Mapa do SeaWorld. Foto: Divulgação

Vale a pena conhecer o Dolphin Cove?

Sim, vale muito a pena apreciar a atração, uma vez que é uma experiência única e, nesse sentido, barata.

Pagar apenas 7 dólares para se relacionar com os golfinhos é um custo-benefício, tendo em vista os outros passeios mais caros.

Tudo bem que, nos outros, você tem mais tempo para aproveitar, participa mais. Porém, o legal do Dolphin Cove é que você consegue sair satisfeito.

Lógico que não é a mesma coisa do que mergulhar com os animais, como é possível no Discovery Cove, mas, ainda assim, é um momento e tanto.

Especial para qualquer um que se comprometa a ir, sem sombra de dúvidas. É tudo muito especial, não tem como não gostar.

No entanto, como sempre falamos, é legal colocar, antes de mais nada, o que é prioridade e não é.

No SeaWorld, bem como nos demais parques, você encontrará as mais diversas atrações. Porém, nem todas farão seu estilo. Logo, depende muito do que você procura.

Todavia, fica o registro de que, se optar por ir, não tem tempo para arrependimento, pois valerá todo o tempo e dinheiro investido. Divirta-se!

Esperamos novamente que essa postagem os tenha ajudado em suas pesquisas para sua viagem para Disney ou Orlando.

Como forma de nos ajudar a manter o blog pedimos apenas que nos ajudem compartilhando essa publicação e se inscrevendo em nossas redes sociais como facebook, instagram ou canal do youtube.

Além de nos ajudar, temos certeza que lá vocês encontrarão centenas de postagens úteis para a sua viagem!

Garanta a Melhor Viagem pra Disney

Sabemos que a quantidade de informações que envolve uma viagem para Disney e Orlando é simplesmente enorme.

Isso faz com que o planejamento possa ser cansativo ou as vezes parecer impossível!

Mas e se eu te falasse que você pode confiar em profissionais para montar um roteiro totalmente EXCLUSIVO e PERSONALIZADO pra você e seu grupo?

Diferente dos roteiros montados encontrados por ai, esse roteiro levará em conta todos os fatores de seu grupo como idades, gostos e todo o perfil que possa alterar sua viagem.

Dessa forma você não deixará de fazer absolutamente nada que seria incrível pra vocês e garante que seu tempo seja o mais otimizado e sua viagem a mais perfeita possível!

Parece bom demais? E é mesmo, não deixe de entrar em contato conosco e peça seu orçamento para um Roteiro Personalizado e faça a melhor viagem da sua vida!

Garanta seus Ingressos dos Parques com Desconto

Muitas pessoas deixam para comprar seus ingressos chegando em Orlando ou até mesmo no dia do parque.

Não recomendamos de forma alguma que você faça isso por diversos motivos, como:

Se você comprar os ingressos na hora, não poderá agendar seus dias de parque com antecedência correndo risco de nem conseguir entrar em algum parque determinado dia.

Perderá valiosos minutos de parque na fila para comprar seus ingressos.

E PRINCIPALMENTE, pagará mais caro pois os ingressos na bilheteria são mais caros do que comprando antecipadamente!

Acesse nosso site de venda para comprar seus ingressos ou solicite uma consultoria gratuita para saber exatamente quais os melhores ingressos para se comprar.

Para a consultoria gratuita, clique aqui!

Mais Dicas para sua Viagem à Orlando

Como já falamos mais acima, não deixe de conferir nosso canal do youtube onde damos diversas dicas de viagem para Orlando.

Além disso mostramos muitas coisas legais para se fazer por lá, quer uma forma mais gostosa de planejar uma viagem do que já vivendo um pouquinho do que você verá por lá?

Se gostou dessa postagem, nos ajude compartilhando ela em suas redes sociais!

Assim conseguimos alcançar mais leitores e continuar trazendo conteúdo de alta qualidade para vocês!

Deixe um comentário