Disney’s Polynesian Resort – como é ficar nesse hotel de luxo?

Author

Categories

Share

Muito antes de Moana chegar aos cinemas, o Mickey já tinha uma relação com a cultura tiki e dos povos do Pacífico Sul com o Disney’s Polynesian Resort.

O hotel, carinhosamente chamado de Poly pelos fãs da Disney, é um dos “originais” do complexo idealizado por Walt Disney.

De pé desde 1971, o resort foi reformado duas vezes, uma delas bem recente, e agora se apresenta como um dos mais modernos e luxuosos hotéis da Disney em Orlando.

Quer saber mais sobre ele? Então siga a leitura e descubra se vale ou não a pena se hospedar no Poly!

Qual a estrutura do Disney’s Polynesian Resort?

O Poly é um resort bem grande, com cerca de 11 “longhouses” (como são chamados os prédios com os quartos. Cada uma das longhouses conta com uma quantidade significante de quartos, totalizando 380 espaços para os visitantes.

Além dos quartos, o hotel conta com 3 restaurantes, duas piscinas, duas praias e acesso privilegiado ao Seven Seas Lagoon, lago artificial criado pela Disney.

Isso sem falar nos bangalôs que ficam em cima do lago e estão disponíveis para alguns turistas sortudos que conseguem reservar os lugares para se hospedar.

A seguir, falaremos mais detalhadamente sobre cada item da estrutura do hotel. Siga a leitura!

Polynesian Resort

Quartos

Os quartos do Disney’s Polynesian Resort são um dos destaques do hotel. Depois da última renovação, eles ficaram sensacionais!

Os colchões são grossos e confortáveis, os quartos são espaçosos, assim como os banheiros.

A decoração é muito boa também e mais sutil do que anteriormente.

A versão antiga dos quartos tinha uma decoração de selva do Pacífico Sul mais pesada. Agora, todavia, ainda há o mesmo tema, mas é mais sutil, sem pesar muito a mão.

O destaque fica para o visual dos banheiros, que é absolutamente incrível, além de ser bem amplo.

Piscinas

O Poly tem duas piscinas, ambas de muita qualidade. A principal delas é a Lava Pool, que recebe esse nome por ter um vulcão decorativo no seu centro.

Atualmente, o vulcão também foi reformulado e ficou ainda mais incrível do que já era, com acabamento digno da Disney.

A outra piscina é mais tranquila e funciona como uma espécie de “piscina para descansar”. Ela também é ampla e excelente..

Restaurantes

Em termos de restaurantes, o Poly oferece algumas opções interessantes para os seus hóspedes.

Todos os restaurantes são muito bem decorados e servem boa comida. Normalmente, os restaurantes gerenciados pela Disney têm um padrão acima daqueles que são licenciados para outras pessoas.

O Kona Island, por exemplo, é um excelente lugar para um café da manhã reforçado. Para outras refeições, eles servem sushi para viagem, o que pode ser uma boa opção.

O Trader Sam’s Grog Grotto é uma espécie de barzinho, com alguns petiscos gostos e coquetéis premiados e conhecidos pelos turistas.

O Tambu Lounge também é um barzinho, igual ao Trader Sam’s. Eu acho os seus petiscos um pouco mais gostosos, mas os drinques do Trader Sam’s são melhores.

Já o principal restaurante do Poly é o ‘Ohana, inspirado na culinária havaiana.

No café da manhã, eles servem uma comida sensacional e permitem que as pessoas conheçam os personagens de Lilo & Stitch.

Já no jantar, os pratos são mais caprichados e seguem o estilo tradicional de entrada, prato principal e sobremesa. Eles não servem almoço, todavia.

Quais as vantagens de ficar nesse hotel?

O Disney’s Polynesian Resort é um hotel de luxo da Disney. Na verdade, é um dos mais caros da Casa do Mickey e de Orlando no geral.

Para compensar o preço (falaremos sobre isso no fim do artigo), eles oferecem algumas vantagens em relação a outros hotéis. Confira quais são!

Monorail

O Polynesian Resort, assim como o Contemporary Resort e o Grand Floridian, tem uma estação para o Monorail.

Ele é a melhor opção para ir do hotel ao Magic Kingdom, já que ele vai praticamente direto para o parque, em vez de pegar um ônibus e precisar parar em todos os outros hotéis, incluindo o Pop Century, All Stars e Art of Animation.

Todavia, o Poly ainda conta com transporte de barco para o Magic Kingdom, o que é um benefício e tanto. O passeio é muito legal e o percurso é lindo.

Além disso, o Polynesian Resort também está muito perto do Ticket & Transportation Center, com Monorail para o Epcot. Ou seja: é um parque muito bem localizado para ir aos dois maiores parques da Disney.

Lago

O Disney’s Polynesian Resort é o hotel da Disney que melhor aproveita o Seven Seas Lagoon.

Para quem não sabe, esse é o lago artificial criado pela Disney e que, em seu entorno, estão localizados alguns dos seus principais hotéis.

O que diferencia o Poly dos outros, além do transporte de barco para o Magic Kingdom, são as duas praias artificiais e outras atividades.

As duas praias são excelentes lugares para relaxar e descansar um pouco depois de um dia agitado nos parques ou uma sessão de compras no Disney Springs.

Se você ainda quiser relaxar mais, poderá alugar um equipamento para pescar no lago ou se hospedar nos bangalôs que flutuam acima dele.

Bangalôs

Os bangalôs são uma parte meio que retirada do Poly. Eles são alugados à parte e, normalmente, contam com uma tarifa maior que as dos quartos normais.

Todavia, eles têm algumas vantagens incríveis. Primeiro, a localização e a vista: eles flutuam sobre o Seven Seas Lagoon. É fantástico só de andar por lá, imagina ficar hospedado!

A outra vantagem é que os bangalôs são completos: têm lavadora, secadora, cozinha e vários outros equipamentos para comodidade dos hóspedes.

Decoração

O Disney’s Polynesian Resort é um dos hotéis com melhor decoração de Orlando e da Disney, sem a menor dúvida.

São centenas e centenas de peças especiais feitas por uma empresa especializada em itens de decoração baseados na cultura do Pacífico Sul.

Em cada ponto do hotel tem um pouquinho de cultura e storytelling esperando pelos hóspedes.

História

Ah, não poderíamos deixar de citar que o Polynesian Resort é um dos que mais tem história na Disney.

Além de ser um dos hotéis originais da empresa (e um dos mais antigos), algumas coisas incríveis já aconteceram no Poly.

Por exemplo, você sabia que o hotel foi palco do fim dos Beatles? Pois é! Foi ali que John Lennon assinou os documentos que acabaram com a banda, acompanhado de férias do seu filho Julian e da namorada da época.

Vale a pena ficar no Disney’s Polynesian Resort?

Bom, depois de tudo isso que falamos, fica a pergunta: vale a pena se hospedar no Disney’s Polynesian Resort?

Essa é uma pergunta bem complicada de responder de maneira 100% honesta, mas vamos tentar.

Comecemos do início: sim, o Poly é caro. Ele é o segundo hotel mais caro da Disney, com tarifa média de $500 dólares por noite, aproximadamente.

É muito dinheiro, especialmente se você ficará bastante tempo por lá (como duas semanas).

Vale a pena pagar tudo isso? Bom, o hotel tem muita coisa boa. Ele é absolutamente lindo, os quartos são gostosos e renovados, ele é perto do Magic Kingdom e Epcot e tantas outras vantagens que já citamos aqui.

Dito isso, todavia, $500 dólares por noite é muito dinheiro. Se você conseguir um desconto, alguma promoção ou pegar uma época mais vazia, talvez valha mais a pena.

Se você não se incomodar com o preço, vá sem medo de ser feliz. Porque, acredite, você será feliz no Poly.

Já se o orçamento estiver apertado, você encontrará outras opções mais em conta do que o Disney’s Polynesian Resort.

E aí, o que achou do nosso artigo sobre esse hotel histórico? Deixe um comentário a seguir com a sua opinião!

Author

Share

1
Mande um Whatsapp pra gente!!!
Powered by
Receba Promoções e Novidades sobre a Disney